sábado, 8 de julho de 2006

PECADO NENHUM

Não sei se encontrei o paraíso;

não sei se me
tornei uma deusa

ou continuo, simplesmente a
ser uma sereia….

Uma sereia encantada pelo teu sorriso,
mas invisível ao teu coração…

à mercê do vento,

que, malcriado e endiabrado,

hoje me levantou a saia….

revivendo a cena imortal de

Marilyn Monroe

em o “O Pecado Mora ao lado”…

Pecado nenhum cometi;
apenas insinuei e inspirei um piropo
àos velhotes, que sentados na esplanada,
usufruíam da frescura da manhã...
Não sei se foi pelo que o vento fez;
se pela minha expressão de espanto.........................

2 comentários:

melga meiguinha disse...

Muito obrigada pela sua visita.

Um beijinho.

dreams disse...

:)

já lhes deste algo para recordarem...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”