sábado, 29 de dezembro de 2012

INSINUAÇÕES



Talvez hoje

               queira insinuar-me à tua pele

Confundir-te

               quando escorrego pelo teu corpo

Entontecer-te

               com os meus loucos desejos

Seduzir-te

              abelha no mel do meu desejo

Afogar-te

             na mata virgem do meu mar

Talvez hoje

            queira perder-me e encontrar

a vela erguida do teu mastro




Tela de Vicente Romero Redondo da Página "Open Art Group"

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

VOZ




Amo-te
        Digo baixinho
em palavras perfumadas,
       numa doce promessa...

Amar-te
        é colorir as sombras do tempo
Não se pensa mais que o momento....

Ouve-se a voz 
    (do coração)
        em cada beijo,
em cada palavra,
        sem qualquer promessa ou jura....

Seduz-se,
         saboreia-se a noite
 Possui-se o corpo
          Ama-se...




Foto de Christian Simonian “Light Shower”

domingo, 23 de dezembro de 2012

MENSAGEM


Este Natal,
              decidi ser original....

Não falar
          do habitual ou explicar,
(tentar, 
        talvez seja a palavra mais correcta)
           o silêncio desta solidão angustiante
que nos fere a alma.....

Estou cansada....
          Não quero pensar em nada....

Escolhi uma canção antiga,
          da Annie Lennox 
                sobre o tema mais maravihoso do Mundo....

A palavra chave é,
         continuará a ser
             o AMOR.....

Boas Festas para todos

domingo, 16 de dezembro de 2012

CIÚMES




Empresta-me as palavras
As minhas?
Estão escondidas nas brumas,
negam a dor aberta pelo tempo...
O tempo em que existo
           Sem ti
Divaga nas palavras

que me restam,
mesmo que banais e sofridas....
Tenho saudades de ti
Tenho ciúmes do tempo
            em que não és meu...
E, depois
           arrependo-me do tempo
em que não pensei em ti

e que as palavras
(as minhas)
acariciavam...




FOTO DE ARMENE “WEB II”

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

ENCANTO PARTILHADO






Hoje,
       posso desafiar a lógica

Apaixonar-me por ti,
        outra vez

Sentir-te na cor das palavras,
         na magia das histórias

Deixar que as improvises
         no meu corpo

Ou ser eu quem as conta,
         na partilha do corpo,
              no encanto renovado da partilha...

 


Tela de Richard Young “Divine Grace”



sábado, 8 de dezembro de 2012

SEM PALAVRAS





Talvez eu esteja
       louca,
insensata
      esta noite...
Esteja apenas a amar-te,
       com loucos beijos
e abraços insensatos....
       Não tenha palavras para to dizer;
tenha medo de que a voz falhe 
        e não saibas
que te amo 
         com toda a minha alma....




Foto de Nathalia Suellen “night.falling”



sábado, 1 de dezembro de 2012

COBIÇA





Escrevo
          pelo prazer de me escrever 
na tua pele
E, de a
          (a tua pele)
sentir agitada,
          febril....
Inspiro-me
         na cobiça que leio no teu olhar
E deixo
        que conquiste
(o meu olhar)
          Fecho os olhos
E procuro-te
           na explosão do meu próprio prazer....


Foto de Viktor Sheleg