sexta-feira, 30 de outubro de 2015

SEDUZIDO



Sedução...

Tenho saudades de seduzir... de ser seduzida...

Num jantar tranquilo à luz das velas... 

Com uma rosa esquecida nas páginas do livro que leio...

Ou o bombom, chocolate amargo sem recheio, deixado descuidadamente na almofada...

Ou não faças nada...

Deixa simplesmente que a sedução aconteça...

Num beijo?... Num abraço?... 

Em qualquer gesto que te faça sentir... seduzido...




terça-feira, 27 de outubro de 2015

PARA LÁ DE



Esta noite... esconde-me... foge comigo...

Para lá da Lua... Para lá do Sol...

Para lá de tudo o que conhecemos e sentimos...

Como se pudéssemos dar forma aos nossos sonhos mais profundos...

Ser os amantes da história que todos queremos viver...

Esta noite... podemos fazer isso... 

Deixar que as nossas vozes, os nossos corpos dissipem toda esta angústia...

E amanhã?  Não tem qualquer importância hoje....


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

APENAS A NOITE



Estou cansada... Estou triste...

Quero esquecer o dia... Quero sentir a noite...

Sem nada que ensurdeça os meus pensamentos... 

Sem vozes mesquinhas e arrogantes...

Não quero nada... Apenas a noite....


terça-feira, 20 de outubro de 2015

EU



Hoje quis fugir...

De mim, do Mundo... 

Mas ir para onde se tudo o que preciso é ver claro?

Fechar os olhos por um momento e deixar que a mente se eleve acima do nevoeiro...
Respire profundamente e guie, então o olhar até ao limite do horizonte...

Aí, sei que vou encontrar paz e palavras... 

Para me reescrever... Para me inspirar... Para voltar a ser eu...





sexta-feira, 16 de outubro de 2015

LAMENTO



Lamento...
Lamento imenso não ser quem queria que eu fosse...
Mas devia saber que só posso ser eu...
Com os defeitos de que tanto fala, com as paixões que não compreende e os sonhos que tanto critica...

Lamento imenso...
Mas esta sou eu... e só posso viver segundo a minha verdade, mesmo que lhe pareça egoísta...
Porque, sabe, já cometi a tolice de ser quem não era e ainda hoje, a espiral dessa dor, dessa escuridão me magoa... 
Atormenta-me... Rasga-me a pele, a alma...

E pergunto-lhe... 
Para quê? Continuo a não fazer parte do circulo onde tanto queria entrar...
Mas outro abriu-me as portas... Acolheu-me... Acarinhou-me...

Por isso, peço-lhe...  

Não, afinal não lhe vou pedir nada...



segunda-feira, 12 de outubro de 2015

SORRIR



Sonho acordada...

Divago nas horas solitárias da madrugada... 

Mas não me sinto sozinha... Acordo com um sorriso... 

Mesmo que nada me faça sorrir depois....


quinta-feira, 8 de outubro de 2015

URGENTE





Não sei o que é urgente...
Perdi a noção do tempo
Abro, fecho portas
Procuro... não sei o quê...
E volto ao ponto de partida,
esquecida numa escuridão atroz...



terça-feira, 6 de outubro de 2015

O PERSEGUIDOR




Tenho saudades de falar com o Vento... 

De sentir o meu grito embrulhado no seu sopro... 

E dessa paz que me acaricia quando o faço...

Mas o Vento, hoje, não me escuta... Espreita pela frincha e foge...

Como se alguém o perseguisse...  Mas quem? 

Se é sempre o Vento o perseguidor...





sábado, 3 de outubro de 2015

AOS OUTROS



Às vezes, convenço-me de que sou inútil...

Deixo que os outros me convençam disso... Mas depois olho-os... 

Vejo-os... Abertamente... 

Presos na inutilidade, na culpa ... Que é sempre dos outros...

Também tenho as minhas culpas... Mas há muito que deixei de culpar os outros...

E faço o que me faz sentir útil... A mim... Aos outros...