quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

OLHAR PARA O CHÃO

Acho que foi ao Peter que disse que tenho uma grande relação de amizade com o sol, a lua e as estrelas.
Disse também que estes elementos da natureza não se importam se eu chorar; pelo contrário, até me escondem.
Estranho talvez essa relação; mas, muitas vezes, nem sequer pensamos que o sol, a lua ou as estrelas estão lá para admirarmos.
É como se nos sentássemos num jardim e não olhássemos as flores.

Ou não víssemos as pessoas que estão sentadas no banco.
É como se estivéssemos sempre a olhar para o chão; como se tivéssemos medo de enfrentar as coisas.
Eu olhava sempre para o chão; ainda o faço por vezes, quando me sinto triste ou só.
Hoje, tenho fortes razões para tal e o sol parece que adivinhou, porque está escondido.

Vamos ver o que faz a lua logo à noite - depois, terei que me conformar!

Sem comentários: