segunda-feira, 6 de fevereiro de 2006

LEVANTAR DA CAMA

Hoje, realmente não me devia ter levantado da cama!
As pessoas dizem cada coisa e até gostava de saber a que "histórias" se estava a referir.
Eu não estava a "inventar" uma história; apenas me limitei a dar um recado, que, por sinal, até não era para a pessoa em questão.
Há pessoas que não sabem estar caladas e outras que não perdem a oportunidade de humilhar
.
E se estamos a falar de medo, do que nos poderá acontecer amanhã, favor notar que quem tem mais a perder sou eu.
Estou numa idade bastante mais ingrata e tal como uma das actrizes que faz parte do elenco da "A mais velha profissão" diz, "Em Portugal, temos que ser todos jovens e bonitos", este é o panorama com que me deparo.
Não me conforta pensar que tenho 2 irmãs que me podem ajudar – só me podem ajudar até uma determinada altura e eu não quero ser um "peso".
As pessoas criam hábitos, formas de viver, há uma certa independência e ter que baixar a cabeça, porque o dinheiro não é nosso, é frustrante.
Num dos blogs que visitei, diziam que "o futuro não existe" e eu sinto-me inclinada a concordar, especialmente se as pessoas que fizerem parte dele, forem assim tão mesquinhas, tão...nem sei dizer!
Para já, vou concentrar-me no presente,
porque fiz asneira e não sei muito bem o que fazer
para me redimir!
Ou desbloquear?
Ou qualquer outra palavra que signifique resolver!!!!!!!

Sem comentários: