quarta-feira, 14 de junho de 2006

A SEREIA ENCANTADA



Em breve, terei que mergulhar...

O sol descerra lentamente os seus raios, que se espalham pelo mar,
dando-lhe uma tonalidade dourada...

Contudo, quero ver-te antes de mergulhar...

Ontem, atracaste nesta pequena enseada, protegida por estes penhascos
em forma de pétalas,
estiveste sentado no "deck" em intensa observação das estrelas,
mas não sei o que elas te disseram...

Não te falaram de mim, decerto, de como nadei até aqui,
de como me escondi nesta gruta e me cobri de algas
quando decidiste varrer a enseada com o foco potente do holofote.

O que esperavas encontrar, além do silêncio da lua e o suave deslizar das
ondas?

Um dos raios do sol já entrou...não me posso demorar
– dizem que, quando o sol nos mata, desfigura também as nossas feições
e eu quero que,
se cruzares comigo no alto mar, me lembres para sempre...

Eu, a sereia que te encantou e te povoou os sonhos........

4 comentários:

Ant disse...

... ficam os momentos em que deixaste a tua pele ofuscar os olhos de quem te viu...
São as boas recordações que devem prevalecer, porque alimentam um novo princípio, um novo ciclo.

BijouxKa disse...

ser sereia...bela ideia.
:)

Beijinhos

dreams disse...

nas profundezas do mar
a Sereia, no seu canto solitário
busca o príncipe imaginário
que a venha libertar

e quantos príncipes se curvaram
aos seus misteriosos encantos
e nenhum deles, no entanto
soube a Sereia encantar

e tantos enfeitiçou
foi por tantos cobiçada
mas jamais conseguiu ser amada
por quem realmente amou...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

AS disse...

Querida Sereia, deixo-te um beijo e um sorriso, antes que cheguem os golfinhos!...