domingo, 25 de junho de 2006

INICIAIS

Desenho mil vezes as tuas iniciais na areia.

E, mil vezes a onda, ao rebentar as leva, salpicando-me a saia e fazendo-me cócegas nos pés….

Rio e recomeço, soletrando-as, alongando-as e decorando-as com algas impregnadas ainda com forte cheiro a maresia e pedras lisas.

Perdi o ar de modelo, tenho o cabelo despenteado, estou descalça, os pés molhados e cheios de areia…

onde me deito olhando directamente para o sol para que ele leia os meus lábios e saiba como o simples articular das tuas iniciais me preenche…………………………….

4 comentários:

Frioleiras disse...

gostei muito das tuas pequenas frases, com cor, com sentido, com alma ,,,

justine disse...

como é bom sentir assim...

um beijo
justine

Pitucha disse...

Queria estar contigo a sentir as ondas nos pés e a cheirar a maresia!
Beijos

Ant disse...

E o sabor a sal? Infelizes os que não o conhecem