quarta-feira, 7 de junho de 2006

PARAÍSO "REFRESCANTE"



Gostaria de saber porque é que não me enganei e não apanhei o autocarro para a Foz?
Saia no Castelo do Queijo, descia até ao passadiço e sentava numa daquelas esplanadas à beira do mar...
Refrescava as ideias, deixava que o corpo relaxasse e esquecia-me de tudo e de todos....

Andar de Metro tem as suas vantagens – as estações têm ar condicionado e é como se entrássemos no Paraíso quando descemos as escadas, deixando para trás o calor sufocante que aprisionou a cidade.
Contudo, não sei se o Paraíso é "refrescante" – todos nós temos uma ideia, uma concepção diferente do que é o Paraíso e há mesmo quem não acredita que exista.
Eu acredito que existe – um lugar onde não se fala do tempo...
O tempo é a chave para tudo.................................
o tempo para guardar tudo aquilo que desejamos e às vezes, não alcançamos pelo nosso próprio egoísmo ou porque nos esquecemos que o tempo tem armas secretas, contra as quais não podemos lutar
.....
Gosto de pensar que o Paraíso é "refrescante"...
Porque fiz do meu tempo qualquer coisa que me "refresca" o ego
..........

6 comentários:

greentea disse...

não te enganaste porque nada acontece por acaso

não era o dia , hoje

o tempo e a vida reinventam-se em cada alvorecer
em cada manhã
em cada Primavera
pode até ser num dia de muito calor
sem a frescura das águas da cascata
ou do mar azul sem fim
sem a frescura dos jardins do Eden

beijos para ti

Ant disse...

Também gosto de ter o ego fresco no verão e quentinho no inverno.
A credito que o paraíso tem ar condicionado por causa das variações de temperatura. É que eles, lá em cima, sabem bem que a vida tem tantos climas...

beijos

125_azul disse...

O meu paraíso refrescante é parecido com a tua cachoeira, acompanhada do banana split do Espumadamente. Bjinhos

Pitucha disse...

Porque assim o tinhas decidido e os anjos concordaram...
Beijos

Betty Branco Martins disse...

Querida Marta

Eu não acredito no acaso. Por isso acho que era um "caminho" ao qual não tinhas como fugir - ou seja - tinhas mesmo que ir.

Beijinhos

Silêncios disse...

Provavelmente a responsabilidade falou mais alto.Quanto ao paraíso, acredito que seja um sitio onde até o nosso ego fica esquecido, pois tudo deve ser tão sublime que ao por cá, se dá tanta importancia, lá devem ser meros detalhes que passam ao lado...
Fica um beijo e refresca-te