sábado, 24 de junho de 2006

FOGO-DE-ARTIFÍCIO

O foguete subiu rapidamente, desdobrou-se e irrompeu em pequenas explosões de luz.

Nada vimos, nada ouvimos….

Apenas falamos com o olhar, que permitimos que

Intensificasse mais ainda o ardor das palavras ditas - e que queremos que continuem a
ser só nossas….

Um lugar secreto
que os outros não sabem e não vêem…

E, agora que tudo está dito e o fogo-de-artifício terminou com um “oh” sentido da multidão, nós começamos a sorrir….

Afastando-nos, para

continuar a alimentar o "fogo-de-artifício" que, tipo seiva, nos dá vida………………………………

3 comentários:

Pitucha disse...

Rescaldo do S. João?!
Beijos

Su disse...

È o amor, faz tudo valer muito mais a pena!

:)

Bom fim de semana!

Bj

Ant disse...

E as luzes a ofuscar o que não interessa.