terça-feira, 7 de agosto de 2007

TALVEZ AMANHÃ













Em silêncio, na ponta dos pés as boas noites te desejo....
Por onde andas...........não sei..............
Agitado, ansioso...pouco dormes....pouco falas...
Melhor o teu silêncio não interromper.............
deixar que sozinho resolvas o que te atormenta....
Cansada demais para perguntar...
para discutir....
receber uma má resposta....
Nada digo...nada quero saber....neste momento...
Amanhã talvez to pergunte.................te exija uma explicação...
Talvez amanhã seja um bom dia...
Para explodir,
rebentar com esta sensação de claustrofobia que desceu sobre a
casa........
Deixar que os gritos me dilacerem a garganta.... fique rouca....
Transforme este deserto...num rio navegável....
Deixe de imaginar mil histórias...
Pois sinto que deixei de estar em sintonia contigo.............


(Continua)



P.S.: Imagem tirada da Net

6 comentários:

Alexandre disse...

Amanhã é sempre um bom argumento... e talvez amanhã os rios se transformem em estradas navegáveis!!!

Muitos beijinhos!!!

Carmem L Vilanova disse...

Linda amiga...
Passo hoje para deixar-te beijos, flores e muitos sorrisos para um restante de semana bem bonito, como deve ser e bem mereces... :)

starxandra disse...

Nunca deixes para amanhã o que podes fazer hoje...há coisas que inevitavelmente se têm de fazer...nem que por uns momentos isso represente dor e angústias...mas depois...
ah...que doce alívio....
Beijinho.

C_britto disse...

Marta,

As cores misturam-se em festas e inesperados.

De cada mistura nasce
alguma coisa nova no amanhã.

Obrigada pelo olhar atento das tuas palavras

........

(^.^)

Beijooss querida amiga!

A vida da pipoka disse...

que imagem maravilhosa...
Deixei um desafio para ti no meu blog! ;)
beijos

Amita disse...

Sempre se encontra num amanhã o encanto do nosso espaço... leve...livre... solto... como um renascer prematuramente adiado..
Um bjinho grande