sexta-feira, 24 de agosto de 2007

DESERTO E DISTÂNCIAS






Espero sempre…




Mesmo que o contrário…



A cabeça me diga……….



Sempre....
que me encontres…



Na distância em que o tempo se alonga…



Mesmo no deserto em que o dia se afunda……….



Em que tudo acaba; tudo recomeça…



Num outro espaço; numa outra visão………………….









(Continua)









P.S.: Imagem tirada da Net

6 comentários:

Rosa Maria disse...

Divaguemos então, em outra dimensão...
Fica um beijo

.:mÁrCiO:. disse...

Porque às vezes necessitamos de entrar num mundo que nem sempre é nosso!

Paula Raposo disse...

É isso...bom fim de semana, beijos.

Alexandre disse...

Espero sempre pelos teus posts, cheios de sensibilidade, de visão... cheios de bom gosto, com as palavras certas nos seus lugares... e conseguiste de novo com este post e com esta foto num formato maior e bem adequada ao texto! Parabéns!!!

Muitos beijinhos!!!

C_britto disse...

Marta,

É às vezes é sempre assim...
o tempo vai embora.

Não de todo.

Um pouquinho.

E da parte perdida nasce um coisa mais contínua.
Em um outro espaço contínuo, ... e Contínuo aquilo que tem reticências.

E resistência, você tem!

(a)braço te cuida

:)

PEDRO disse...

“espero sempre mesmo que o contrario”
perfeito!!!
Beijinhos querida