quarta-feira, 1 de agosto de 2007

SUAVES AFAGOS







Escondo-me nas cortinas…



Brancas, leves, suaves




no toque com o meu corpo nu...



A luz….filtrada pela persiana fechada…



A brisa fresca…também………….



Estou só…está quente…………



Estou preguiçosa…….



Não quero pensar…….




divagar……….




ou fantasiar………….



Apenas sentir……….



Como a brisa sempre...





com o meu corpo fala………….




em suaves afagos...........




P.S.: Imagem tirada da NET

7 comentários:

.:mÁrCiO:. disse...

Olá Marta!
Só para te enviar um beijinho... Estou sem cabeça para pensar!Prometo voltar aqui outro dia...
Beijinho*

Isabel disse...

Lindo este teu divagar.
É a primeira vez que passo mas vou voltar.

Bjt

Alexandre disse...

A foto está muito apelativa e o texto então quase nos deixa sem fôlego!

Divagar pelo corpo em suaves afagos, eis o que sentimos como se fosse uma leve brisa, uma brisa sempre!!!

Muitos beijinhos!!!

un dress disse...

pura e leve levitação...


~~

C_britto disse...

Marta,

Mais um lindo poema! A magia das tuas palavras descrevem a paixão de sentir o amor, de sentir o toque sublime de...

(“suaves afagos”.)

Um toque arrebatador de emoções.

......

Lindo,(lindo como sempre!!!)

Beijoos querida Marta

Paula Raposo disse...

Sensuais estes suaves afagos...beijos.

.:mÁrCiO:. disse...

A beleza das palavras, disfarçam o que delas podem vir por de trás... a falta de amor, carinho, compreensão!
A esperança na Luz... que parece estar bem longe, como quase ao longe, no fundo do túnel!