segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

TUDO OU NADA


Choco,
Embato,
Estilhaço-me,
Destruo...


Caos, perdas
vidros esmigalhados,
corações torturados e partidos..........
Fragmentos e nada mais...........
Para sempre...........

Mas também te faço sorrir.........

Canso-te no auge da paixão desenfreada...
Cresço contigo, desafio os teus sentidos....
Falo-te no silêncio da casa, da alma, do coração....


Perfeita não sou,

nem perfeita te posso tornar........

Mas sou tua.................
A tua palavra, o teu mantra.......

5 comentários:

o alquimista disse...

Soltem-se as amarras ao coração, assim sse eleva a paixão, assim se perpetua o amor...


Doce beijo

Alexandre disse...

»falo-te no silêncio da casa, da alma...»

«Perfeita não sou, nem perfeita te posso tornar...»

LINDO!!!!

Entretanto, mudei para o novo blogger e alguns dos comentários passaram a anónimos, acho que perdi alguns contactos, espero recuperá-los, vamos ver!!!

Beijinhos! Hoje tem sido um dia terrével de trabalho!!!!

Betty Branco Martins disse...

Querida Marta

Olá Voltei:))

O meu comentário de hoje, tem que ser assim um simples – olá e um muito sentido – obrigada – pela visita na minha ausência.

Isto é para eu ter tempo de visitar a todos.

Beijos com muito carinho

C_BRITTO disse...

Gostei do titulo também “TUDO OU NADA”.

é uma música da “Zélia Duncan” quando puder ouça é linda!


“Mais sou tua” Quem não gostaria de ouvi isso heim.
Marta, muito lindo amei!

Pierrot disse...

Este texto não podia mesmo ter outro titulo...é mesmo o tudo ou nada.
Sentido e profuso.
Bjos daqui
Eugénio