sábado, 20 de janeiro de 2007

LUZ DA MADRUGADA

Espreguiço-me……….

Os últimos vestígios da magia da noite….

a madrugada limpa…………….

E, contigo, o vento igualmente decide partir……………

Só eu fico…………
Ou não…………

As tuas últimas palavras…….
ainda as sinto,
nos meus lábios impressas…………..

Visto-me…………

À luz da madrugada………….

Vejo como desabrocha,
decora,
glorifica o dia ………………………

Num brinde intenso……………………………….

Que,

nem,
quando a noite se impõe,
morre…………….

6 comentários:

Maresi@ disse...

Ola miga... grandes progressos aqui pelo teu recanto...
Continuas a escrever duma forma muito sui generis... Gostei do que li...

Dexo beijo suave____Maresi@

angel bar disse...

Um bom fim de semana Marta. Beijinho

Bruxinhachellot disse...

...renasce na aurora de um novo viver.
Belas palavras.

Beijos brincalhões.

o alquimista disse...

Deixo-te um suave toque de ternura e seco a tua luminosa lágria e ...

A luz inundou o dia, no resto do vago que resta da noite, sons de melodia dolente que ecoaram por toda a lagoa...

Feiticeiro domingo

Doce beijo

Borboleta disse...

Oi minha querida Marta...desejo-te um domingo cheio de luz...;) jinhos

Alexandre disse...

As palavras ditas à luz da madrugada são as que têm maior significado... e o brinde feito pela madrugada pode ser tão intenso que dure até ao anoitecer...

Beijinhos!