sábado, 6 de janeiro de 2007

PARADO AO FRIO

Que fazes aí, parado ao frio?

Nunca de um convite,
para invadires o meu quarto precisaste………..
Entraste sempre de rompante,
arrebatando-me num abraço sufocante, fogoso…

Para depois me largares, sem dó nem piedade, aturdida………..
O único som o teu riso trocista………..

Por isso, a pergunta repito:
Que fazes aí, parado ao frio?

Entra; és de casa………..

Uma casa onde o vento não entra e não faz tropelias não é uma casa……………

Faz-me rir alto,
rodopiar,
e não ligues se zangada, por deitares os meus livros ao chão,
gritar……………………..

8 comentários:

Alexandre disse...

Às vezes sabe bem mandar os livros ao chão... gritar, rir alto... tudo isso faz parte das emoções e o que é viver sem... Emoções? Não é viver!

Por falar em livros vê a pergunta que faço no meu blogue...

Super beijokas!!!!

angel bar disse...

Para o narrador os livros são muito importantes e a pessoa que os deita ao chão sabe disso. Um ponto muito importante: o conhecermo-nos... Muitas pessoas vivem anos umas com as outras e não se conhecem...

Um beijinho Marta

Kalinka disse...

Depois da azáfama dos presentes de Natal, da caminhada desenfreada e decrescente para o Ano Novo, chega, sereno e mansinho o dia de Reis. Mas desde o dia 25 de Dezembro até ao dia 6 de Janeiro, há uma tradição que é genuinamente portuguesa, o cantar das Janeiras…

É maravilhoso ver os inúmeros grupos de pessoas que saem à rua, com frio, gelo e em alguns sítios até mesmo neve, para cumprir a tradição. Para ir de casa em casa, de porta em porta, de família em família, apenas para cantar e louvar os reis que visitaram o Deus-Menino.

É importante manter estas tradições que são tipicamente portuguesas, onde se cultiva o convívio e a alegria.

Abraços sempre.

o alquimista disse...

À parte dos livros no chão...texto espantosamente lindo, na simplicidade de um convite fals de um mundo de emoções...lindo...!

Doce beijo

C_BRITTO disse...

"arrebatando-me num abraço sufocante, fogoso"hummm...a-d-o-r-e- essa frase!
Mais é isso! O bom mesmo é viver com amor, muitos sonhos e muitas emoções e VIVER!
Muitos beijos flores e estrelas!

Teresa David disse...

O arrebatamento de sempre nas palavras que nos envolvem de paixão.
Bjs
TD

DE PROPOSITO disse...

'postar um comentário'
Dizer qualquer coisa....,
e digo 'qualquer coisa'.
Beijinhos.
Manuel

o alquimista disse...

Passei para te deixar um carinho...