domingo, 28 de janeiro de 2007

MARÉ DA VIDA

Horas e horas que passei…..

Folhas e folhas do caderno com duas linhas repletas de vogais,
consoantes,
palavras inteiras……………

Para aperfeiçoar a letra………….

Raramente satisfeita foi a exigência de quem os deveres me vigia……………….

Mas agora deixo fluir as palavras,
deixo que se transformem em estrelas,
em castelos,
em fadas e em feiticeiras,
que rimem com o vento,
façam tatuagens no meu corpo............
Vibrem, conquistem,
sonhem,
desenhem o sol na maré da vida ……………
Da minha vida…
Que está, finalmente, nas minhas mãos...........

5 comentários:

As cores da vida disse...

Porque a vida não se explica! Vive-se, apenas.

MARIA VALADAS disse...

Mais um post que adorei ler!
Beijinhos da
Maria

Teresa David disse...

As palavras saem de ti com uma rectidão e um sentido que se poderá considerar uma dádiva. Aproveita-a, que nós vamos gostando de te ler.
Bjs
TD

Alexandre disse...

Que as palavras fluam ao ritmo das marés da vida... e que se transformem em estrelas, daquelas mais brilhantes do firmamento, do universo infinito... porque se nós quisermos... podemos estender a mão e agarrar o infinito...

Beijinhos!!!!

Borboleta disse...

oI martinha..deixas nas tuas palavras....o sabor doce da vida..jinhos e boa semana ;)