quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

SAUDADES


Diz-me a brisa que saudades minhas tens.......

Tão fácil de encontrar eu sou........

Basta apenas atravessar o dourado do sol
e mergulhar no prateado da lua.....

Cuidado, no entanto, ao atravessar esse deserto...

Engano pensar que só estás....

Dizem que é aí, nessa fronteira entre o sol e a lua, que o Olimpo se ergue...
E a ira dos Deuses não convém atrair................

Pois, embora disfarce, isso igualmente eu sinto.....

Saudades.......

7 comentários:

Alexandre disse...

As saudades navegam ao sabor da brisa, mas é preciso cuidado para que não se percam nos desertos traiçoeiros, nas fronteiras entre o Sol e a Lua...

Beijinhos!!!!

Carmem L Vilanova disse...

Saudades... doem e fazem sorris ao mesmo tempo... é um sentimento estranho... triste e alegre... bom e mau... grande e pequeno... nao o compreendo bem!
O facto é que sinto saudades de muitas coisas... de muitas pessoas... uma delas?! Tu, querida amiga!
Muitos beijos!

Plio disse...

:)
Bom fim de semana
Um beijo

david santos disse...

Olá!
Este teu texto mata-me!
Ela chega, não vale a pena fugir.
Abraços
Bom fim-de-seman

Borboleta disse...

Oi minha querida Marta...deixaste-me com uma lágrima no canto do olho...porque embora disfarce...o que eu sinto..são imensas saudades...embora disfarce.

JInhos e bom fim de semana :)

MARIA VALADAS disse...

Saudade... de um amor?!!
Quem não sentiu?

Sinceramente... deixaste-me a meditar... na saudade!

Bom fim de semana.

Beijinhos da
Maria

C_BRITTO disse...

A saudade é como uma dor no peito.
Dor que abraça com força as lembranças...
Até que corram as lágrimas.
É, também é uma emoção chata de se sentir,
Mas gostosa!

Vinho e água nesta noite na tua cor....azul!
Bjos.