terça-feira, 28 de novembro de 2006

SIMPLES

Juntos ao luar**

Não, não podemos hoje estar........

O vento e a chuva,
Numa coreografia elegante, fatal, concebida, talvez pelo Diabo............

Fascinante, sem dúvida, mas assustadora.........
Voltam a disputar a primazia e o brilho da noite............

Hoje, a lua será talvez a luz do candeeiro,

que nos vidros da janela se reflecte....

A janela, onde a chuva insiste em cravar o nome em pequenas gotas.........

Que o vento arrasta num simples gesto................

Música.......

Música no máximo....

Não Mozart, não Beethoven..

Muito menos Chopin........

Schubert........a melodia doce de “Ave Maria”...

As lágrimas correm-me pela cara abaixo.........

Pouco te importas.........apenas me abraças e continuamos a ouvir......

“Ave Maria” na noite tempestuosa........
P.S.: Título do livro de Nicholas Sparks "Juntos ao luar"

6 comentários:

Betty Branco Martins disse...

Querida Marta

Já li o livro - lindo! Como todos os livros de Nicholas Sparks

As tuas palavras sempre doces - contudo um saborzinho a sal - dessa lágrima que teima em..................cair

Beijinhos com muito carinho

Alexandre disse...

A Lua está escondida mas está lá, guardando os sonhos e as almas de quem dorme acordado.

Na janela a chuva cravou o nome da fantasia... em pequenas notas musicais...

Lindo o teu post, Marta!

Beijinhos!

Ant disse...

Bem.. Avé Maria não é o que me apetece ouvir... com as dores nos braços e nas costas só mesmo um raga ou isso com uma concubina a massajar-me as costas numa sala com incenso.
Mas o post está bonito, lá isso está. :)))
Beijos

C_BRITTO disse...

Olá Marta!


Nos mesmos somos o maestro de nossas vidas.

Saúde, sorte e coragem!!!

angel bar disse...

Parabéns Marta por mais este post. saio sempre daqui sem palavras. Há muito tempo que não lia poesia que me desse esta sensação de bem estar... mas eis que descobri "Minha Página"... Beijinhos e um excelente dia.

Pierrot disse...

Ora aí está uma das poucoas músicas clássicas que tenho no meu Pc... é linda
Amei, tal como as palavras...mas tira as lágrimas por favor e coloca um sorriso...

O luar agradece ;-)

Bjos daqui
Eugénio