terça-feira, 7 de novembro de 2006

RAINHA SUPREMA

Partir, eu devo........

Já as nuvens me trazem o véu...

O véu, que tapa o meu rosto dos olhares indiscretos do dia.........

Mas eu resisto...........

As gaivotas voam em círculo, aproximam-se perigosamente de mim.....

Não recuo, porque é o teu rosto....

O teu olhar, que hoje, ver eu quero.............

Por um segundo,

Hoje, lua cheia fui a Rainha Suprema dos Céus,

e, pelo Mundo, a clareza jorrei.............

6 comentários:

angel bar disse...

Olá Marta hoje sou eu que estou de leitura à sua página. Já agradeci em Angel Bar a sua visita e espero continuar a contar com mais presenças suas. Vou reler Rainha Suprema pois a boa poesia é aquela que nos convida a voltar. Um beijinho

Pierrot disse...

Hoje fui rainha dizes tu...

Bonito...demonstra que estás de bem com o teu ego e eu sei como isso é importante para ti.

E o teu texto não é menos...e tem sempre tanto nas entrelinhas!

Bjos daqui
Eugénio

Alexandre disse...

Passamos o tempo a partir ... e a voltar! Partimos ao sabor dos nossos sonhos, quais gaivotas riscando o céu iluminado pela lua cheia... partimos... e acabamos por voltar, porque o nosso corpo está agarrado à Terra.

Felizmente, a nossa alma é livre... mesmo que pensam que a aprisionam...
Beijinhos! Mais um post lindo para o livro...

Betty Branco Martins disse...

Minha querida Marta

Continuas a "brilhar"
de mil cores
de clareza - muita
tens estrelas no teu olhar...

Beijinhos com muito carinho

Carmem L Vilanova disse...

Por que mantivestes escondida toda esta beleza durante tanto tempo, querida amiga?
é belo o teu escrever, o teu sentir, o teu expressar... é belo o teu querer, o teu brilhar, o teu amar...
simplesmente isto... belo! :o)
Muitos beijos, flores e muitos sorrisos, querida amiga... Sei que ando em falta contigo, com as notícias, mas acho que vem notícias novas por aí... aguarde!!! :o)

o alquimista disse...

Sentes tanto, sentes imenso...sente-se...!


Doce beijo