segunda-feira, 13 de novembro de 2006

REFLEXO

Inclino-me para ti...........

Para que desfrutes totalmente do meu reflexo...

Para que saibas como seduzes as minhas folhas, que se desprendem
elegantemente dos meus galhos e deslizam
pacientemente para a tua água tranquila.............
Sem emoções, surda ao meu namoro e ao do vento..........

Só com a luz da lua tu vibras.......
Só as confidências da lua tu escutas..........

Fazes com que, intrusa me sinta.........
Quando tanto eu te amo............

5 comentários:

angel bar disse...

Uma boa semana Marta. É sempre um prazer fazer uma visitinha ao blog, levar comigo as palavras e "disfrutar do seu reflexo". Um beijinho.

Alexandre disse...

Às vezes fico arrepiado com o reflexo: é que do outro lado pode estar a outra metade de nós, a outra metade que nos falta para sermos felizes, completos...
Vou ficar por aqui mais um pouco... reflectindo...

Pitucha disse...

Mas o reflexo pode ser uma ilusão...
Beijos

chuvamiudinha disse...

Os reflexos acabam por ser um pouco de cada um , invertido e de acordo com o seu próprio ponto de vista... Desculpa não ter respondido ainda ao teu desafio, mas ontem acabei por não ter tempo e hoje tive que prestar uma doce homenagem. Prometido para amanhã, sim? Beijinhos

Pierrot disse...

Está cada vez mais em voga isto dos reflexos.
Cada vez mais procuramos dar uma imagem do que não somos, ou por timidez, ou por cobardia, ou por ardilidade.
Cada vez somos mais um reflexo.
Revolução e anarquia contra o reflexo ;-)
Bjos daqui
Eugénio