domingo, 5 de novembro de 2006

CRESCENDO

Inspiras-me…………..

Sobre ti, escrever não consigo….

Respiro fundo,

sinto o meu corpo responder à sensualidade que transparece em cada nota musical….
Em cada novo instrumento que dá forma ao poema exótico que surge aos poucos…………
Piano, suavíssimo até ao crescendo final…
Esgotante, ofegante………

Enquanto lá fora o tempo não se define
Aqui, dentro os sentidos e os sentimentos atropelam-se………..
A um ritmo alucinante…

E, estranhamente, uma nova determinação nasce, afirma-se e completa-me…………………….

P.S.: Além do vosso comentário, eu gostava de uma resposta ao meu desafio, que é o seguinte:
De que peça musical (música clássica) fala o meu texto?
Divulgarei no blog o nome do “vencedor” com um pequeno texto/comentário da sua autoria sobre essa mesma peça.

11 comentários:

Alexandre disse...

Hum..., acho que sei qual é... mas vou manter o suspense da minha suspeita... e mais logo volto aqui para pré-divulgar... mas para não fazer batota vou enviar a minha resposta por mail!

Teresa David disse...

Eu sei qual é mas não digo aqui pois já me tinhas dado a entender ir postar algo sobre essa música, mas creio que mesmo que não tivesses comentado comigo isso, descobriria. Fiz um poema que perdi no tempo tb sobre essa música orgástica, quase há 30 anos atrás.
A tua leitura está mesmo sensual como a música pede.
Bjs
TD

Alexandre disse...

Eu diria que é o Bolero de Ravel!!!
Beijinhos.
Boa semana!

chuvamiudinha disse...

Quem me dera saber o suficiente de música clássica para descobrir! Beijinhos

Ant disse...

Tantas, tantas... estou a pensar numa sonata de Beethoven de cujo nome nunca me lembro.
Back from out there. Beijos

amita disse...

Bolero de Ravel foi o que instantaneamente me sugeriu o teu texto.
Bjinhos e uma semana linda

cuco disse...

Creia que me "perdi" por estes caminhos."Descobri-a", deixei de a "ver", voltei a procurar...
Finalmente, este gosto suave de a "ler"!Parabéns.
Fraternalmente...

Peter disse...

Marta, gostei do texto, inspirado e apaixonado.
Quanto à música, passo.

125_azul disse...

Adorei o texto, pensei imediatamente em Ravel ontem quando li, mas não consegui abrir a caixa de comentários. Acho que é o Bolero, que eu adoro. Muitos beijinhos, tem uma semana feliz.

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Aqui a tua leitora é o cumulo da ignorancia entao nao sei exactamente quem é mais sei que gostei :) BEIJOS BEIJOS

Pierrot disse...

Xiiii

Não faço ideia Marta...
Eu conheço muitas musicas clássicas mas nem tanto os seus autores e respectivas "temas"...

Mas que está bonito lá isso está kkkkkkkk!

Bjos daqui
Eugénio