domingo, 6 de agosto de 2006

A LUZ DO LUAR

Não, não me vou esconder da luz do luar………………..

Nem tão pouco me escondi dos teus beijos e das tuas carícias…

Mal sabia eu que a história que ilustrei naquele tango fatal se repetiria na vida real…

Na história da minha vida……………….

Já a luz do luar deixou de ser a guardiã dos nossos segredos…

Apenas encobre agora os meus e seguir-me-á para onde eu for….

Porque, da luz do luar, eu nunca terei medo ou me esconderei…
Seja a dançar um outro tango,
a reescrever velhas histórias ou contar novas aventuras
ou simplesmente um novo amor............

4 comentários:

125_azul disse...

Às vezes é assim, vem a saudade... mas dançar, dançar sempre, sem medo, ao luar, ilumina os dias, aquece as noites. Baila contigo!
Beijihos

Su disse...

6 meses, espera 6 meses e a dor atenua... passas-te a fase da ressaca... depois um ano, dois anos e estas curada!

Pronta pra outra!

e que ela benha! benha!

:)

De resto, ando sem pica pra escrever, no meu blog, ofereço textos de novembro e Abril passados!

AH! Vida de um raio!

Beijooooooooooooooooooooo

Teresa David disse...

Aprender a dançar novos ritmos é um desafio mas também um grande prazer.
Já voltei e tenho coisas novas sobre as exposições no meu blog.
Mais uma vez boa viagem e delicia-te com a cidade fantástica para onde vais.
Beijos
Teresa David

lazuli disse...

Novos caminhos se encontram sempre, mesmo que se pense que isso será improvável. A vida é cheia de surpresas, como numa frase que li: Deus ri-se ás gargalhadas quando lhe contamos os nossos planos de vida.

beijos