terça-feira, 29 de agosto de 2006

NUNCA TE FALTE


Deixas que me enrosque no teu pulso, te abrace e te vista com o dourado dos
meus raios…

Por um instante;

depois sentas-te na posição de Buda, respiras fundo e fechas os olhos…

Calma, tranquila, deixas a tua mente flutuar e nem ligas ao vento que grita
descaradamente o teu nome………….

Deixas que as ondas do mar consolem os teus pés cansados e voltem a
fazer parte de ti……..

E, parece que alheia estás a tudo e a todos……….

Mas eu sei que estás atenta…

Que continuas a ouvir intensamente o remoinho de emoções que no teu corpo
despertaste…

Que sentes e te ofereces à tinta dourada com que os meus raios pintam o teu
dia…

E, que segues o vento pelas vielas e ruas como se um pombo fosses……….

para que luz nunca te falte…………

4 comentários:

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

A isso pode-se chamar de entrega total, nao é? BEIJOS :)

Su disse...

Já tinha saudades!
Adorei este texto... acho q preciso de uns momentos assim!

Sobre a minha ausencia da net... to a trabalhar estilo formiguinha, estamos a participar na FACIM, feira internacional de Moçambique... logo chego por volta das 21hs a casa, todos os dias, e de manhã é pôr em dia o q deveria ter sido feito no dia anterior, isto a uma velocidade doida... depois, a minha filhota esteve doente... depois, sei lá mais o k, n tenho tempo nem p respirar... haja saude!

Mal posso escrevo com mais calma.

Fala-me como foi Barcelona, escreve p o meu mail s tiveres pachorra claro, vou ser toda ouvidos!

Bj

BijouxKa disse...

E que entrega...
Alheia a tudo era bem bom.....

Beijinhos.

sónia disse...

boa! um texto com luz!
gostei...