segunda-feira, 7 de agosto de 2006

LUA ENCANTADA



Dizem que a lua é uma princesa encantada......

Que um amor proibido, como tantas outras, teve e por isso, foi

castigada, repudiada e condenada

a ser cúmplice das juras de amor dos

outros.....

Que é, por isso que em noites de lua cheia, ela chora e procura sinais do seu

amor.......

Sem o encontrar.............

Os seus raios iluminam os passos apressados dos amantes...

Os seus suspiros são os beijos roubados daqueles em quem a paixão se

acendeu....

E, eu?

Princesa encantada não sou nem meu amor maltratei...

Talvez o tenha mimado demais....e o meu castigo seja agora,

tal como a lua...

proteger os amores dos outros...........

5 comentários:

DE PROPOSITO disse...

'Proteger os amores dos outros?'. Acho que ninguém os protege, se não for o próprio, ou os próprios a protegerem-se, isso não acontecerá. Faz-me lembrar um ditado antigo: 'Se eu não me poupar, ninguém me poupa'.
Fica bem.
Um beijinho para ti.
manuel

Ana disse...

Não concordo contigo! Não existem castigos por amar demais, nem por amar mal. E muito menos que só possas proteger o amor dos outros. Pelo contrário, tens é que amar muito a ti mesma e procurar alguém que mereça realmente o teu amor!

Beijinhos (e quero encontrar-te mais alegre na minha próxima visita!!!)

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

No dia em que ja nao houver poesia em ti acho que não seras mais tu... ;)

JINHOS

Ant disse...

Ó Marta, é melhor tratares de ti mesmo. Deixa lá os amores dos outros. Já basta o que basta, não achas?

125_azul disse...

Proteger os amores dos outros. Dá, receberás em dobro? Assim seja.
Beijinho