sexta-feira, 4 de agosto de 2006

AO LONGE


Ao longe por mim oiço chamando
A voz das coisas que eu sei amar.
E de novo caminho para o mar.
Sophia de Mello Breyner Andresen

Ao longe, muito ao longe........

Quem chama por mim?

O eco do mar...

Ou a sombra do vento?

Ou será o tempo que, comigo se reconciliou
e me tenta compensar pela ausência?

Não sei!
Apenas sei que o que me chama,
não mente.............

Apenas me quer ver sorrir.............

E o vento sacode-me,
arranca-me
das mãos o que tanto me amargurou
e
mostra-me outro caminho para o mar............

4 comentários:

Su disse...

:)

Olha q coisa mais linda, tao cheia de graça... lalala e qd ela passa... e um dia lindo... lalalal

:)

bejo no coração!

obrigada, amei!

tenho esta mania de gostar de ver os outros felizes!

Pitucha disse...

E no mar estão todos os caminhos!
Beijos

sónia disse...

bonito..transmite paz e serenidade..tal como o mar.

Sandra disse...

Lindo!

Beijinhos e bom fim de semana!