quinta-feira, 12 de janeiro de 2006

ALIVIADA

Pensei seriamente no que me disseste e continuo a achar que deves rever, e com urgência as tuas noções de amizade.(ler post "Noções de Amizade")
Já não me desfaço em lágrimas de alívio quando me dizes que “sou sensível” ou “inteligente” e utilizas carinhosamente o meu diminutivo.
Não és meu amigo; dizes isso apenas para
me dares o que vulgarmente se chama “graxa”.
Porque continuo sem te perdoar – mesmo que não concordasses com a minha atitude, defendias-me e em privado, esclarecíamos o assunto.
Que está “morto, enterrado e com uma pedra em cima”!
Sobre o qual não falarei mais
!
Sinto que estás intrigado, que há qualquer coisa no meu comportamento que te está a desorientar.
Mas como és uma cabeça no ar e amanhã nem te lembras, não vais perguntar e sinceramente, fico muito aliviada.

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

Marta amiga!
Há dias que estou para vir a este teu espaço, mas o tempo nao me estava permitindo... recebi e te agradeço muito, a tua foto... Responderei os teus email no começo da seguinte semana... Por agora desejo que estejas bem e tranquila, além de aliviada, como dizes... :o)
Fazes muito bem em sentir-te assim!
Muitos beijos desta tua amiga!