domingo, 29 de outubro de 2006

SERÁ QUE???????????

Provoco-te….
Assalto-te a memória…
Olho-te de soslaio…
Passo maliciosamente a língua pelos lábios e afasto-me deliberadamente de ti…
Sinto que os teus olhos me seguem e rio baixinho…..

Quero reconquistar-te, tornar-te minha, ver os teus olhos encherem-se de gula, de prazer......
Será que é desta vez que te vou sentir trincar-me com gosto, com paixão?
Será que vais voltar a sorrir como antigamente?

Não, segues em frente, escolhes cuidadosamente os iogurtes, pedes o fiambre e os pães de leite….
……………Sorridente, leve, solta…..
E, eu???
Fico na prateleira, alguém pega-me e larga-me sem cerimónias no meio dos legumes..
De onde a tua mão me recupera……………….
penso, satisfeito, “vais levar-me”,
mas apenas voltas a pôr-me no meio dos "meus irmãos"
…..

8 comentários:

sónia disse...

e pq não atiras os iogurtes e os pães de leite para o lado e trincas com gosto e com paixão de uma vez por todas?
ainda não percebeste que basta quereres......

Somewhere out there beneath the pale moonlight
Someone's thinking of me and loving me tonight

Somewhere out there someone's saying a prayer
That we'll find one another in that big somewhere out there

And even though I know how very far apart we are
It helps to think we might be wishing on the same bright star

And when the night wind starts to sing a lonesome lullaby
It helps to think we're sleeping underneath the same big sky

Somewhere out there if love can see us through
Then we'll be together somewhere out there
Out where dreams come true

amigona disse...

Ousado, irónico - sublime! Beijo...

Teresa David disse...

Este é, na minha opinião, o melhor texto que tu escreveste. Parabéns
Bjs
TD

amita disse...

Um excelente texto, Marta.
Um bjinho e uma semana com muitos sorrisos lindos

125_azul disse...

Só já queria adivinhar estas metáforas todas... Beijinhos, desculpa a ausência, trabalho demais, tempo de menos.

Pierrot disse...

Giro este texto, muito mesmo.
Mesmo sem tempo para me demorar deu para sorrir um pouco.
Texto muito jovial
Bjos daqui
Eugénio

Alexandre disse...

Não consigo resistir qd as coisas olham para mim... sou um consumidor compulsivo, fico com pena de as ver ali tão desamparadas nas frias prateleiras! Consumo livros, Cds, roupa..., mas especialmente gosto de consumir - no bom sentido - pessoas, conversas, poemas...

Escuta o teu mundo... disse...

Gostei muito, estava delecioso...
lol.
Bj