quarta-feira, 18 de outubro de 2006

NUVENS E COMPOTA DE MORANGO


Nuvens negras e espessas,

Ontem desenharam os contornos do céu, que não resistiu ao ataque...
Em breve essas nuvens

Em lágrimas pesadas, e num grito de dor brutal e rude
se converteram, repudiando o consolo da lua e das estrelas...

Choram as nuvens porquê?

Ou por quem?

Pelo Verão quente e alegre, que de si fugiu?

Pelo Sol, às vezes brincalhão, outras ditador, que agora apenas espreita?
Pálido, sério demais, o Sol deixa-as entregues ao cinzento que o
poder de embelezar lhes retira e faz com que
suspirem,
saudosas....

Como eu....

Mas, em breve este cinzento, eu vou preencher
com uma boa chávena de chá aromático,
bem quente
e scones deliciosa e abundantemente barrados...

Com manteiga e compota de morango...

7 comentários:

amita I disse...

Olá Marta
Há muito que também não vinha aqui.
Por vezes, sem darmos conta, espaçamo-nos no caminho e, o tempo voa. Apesar desse sentir triste e desiludido que a tua bela prosa poética emite, acredita ser uma fase, um ciclo, que vai passar em breve e voltarás a sorrir.
Obrigado pelas tuas palavras.
Um bjinho e uma flor

Por problemas no blogger não consegui colocar este comentário no post abaixo.
Belo e delicioso esse epílogo de palavras. Um bjo e um sorriso

:): disse...

Saudosas...Como eu...

Marta,
vamos lá a esse chá bem quente para acalentar o coração.

Beijo doce, pode ser com sabor a morango ;)

Alexandre disse...

Hum, delicioso esse aroma que veio pela internet, a chá bem quente... e os scones então abundantemente barrados são uma delícia... aliás, só concebo as coisas da vida se abundantemente barradas. Ás vezes não é fácil mas há que tentar sempre abusar da manteiga e das compotas da vida!

Beijinhos! Mais uma prosa/poética linda!!!

Ah, e bom apetite! E o Porto aqui ... tão longe!!!

Escuta o teu mundo... disse...

Gostei do titulo... bom apetite...
Bj :)

TMara disse...

uma óptima rceita para certos acontecimentos e dias.
Bom apetite.
Bj
Luz e paz em teu cmainhar

TMara disse...

GRALHA:caminhar

Pierrot disse...

Imagem bucólica bonita...
Gostei de ler-te.
Bjos daqui
Eugénio