segunda-feira, 30 de outubro de 2006

CAMPAINHA

Rimar com o vento???

Fácil como dançar com as folhas que ele, caprichoso solta......

Se tem segredos, e se a ti se destinam....

Só tu os podes ouvir.......

Abre-te, solta-te, deixa que ele leve a tua gargalhada despreocupada

para o outro lado do rio.......

Assusta as pombas, estende as mãos para que o mundo te obedeça e
respira
fundo......

E, se cansado te sentires,

de tanto riso e correria, pede-me colo...

Deixa-me sentir os teus braços confiantes à volta do meu pescoço, o teu

corpo rechonchudo encostado ao meu e o teu dedo pequenino a fazer do

meu nariz uma
campainha....
P.S.:Dedicado ao meu sobrinho "adoptivo"

5 comentários:

Alexandre disse...

Oh, quem me dera ter uma tia que me desse colinho... E me deixasse rimar com o vento...

Pierrot disse...

Hoje tava capaz de pedir colo pois estou roto e ainda faltam umas horitas de arduo trabalho.
Uma vez mais, parabéns pelo texto.
Bjos daqui
Eugénio

Betty Branco Martins disse...

Querida Marta

Que delícia de texto.

Beijinhos no dedinho rechonchudo do teu sobrinho

Um abraço com muito carinho

Boasemana

125_azul disse...

A futura mãe de um futuro sobrinho adoptivo teu tem os olhos cheios de lágrimas; ficou a imaginar o seu menino tão esperado a correr e a rimar com o vento. Gostará do teu colinho acolhedor, de certeza. Grata, Tia Marta! Muitos beijinhos

motormotor disse...

Um texto bonito. Gostava de saber escrever assim!