quinta-feira, 19 de outubro de 2006

COMO UMA PENA

Quem, com tanta ânsia, com tanto ardor


por mim chama?

Como junta as letras do meu nome e as solta, com paixão, fazendo-as voar ,


leves e macias, como uma pena?

Como as enlaça com doces suspiros e promessas solenes.....

Como, de mim por vezes troça, afagando-me loucamente o cabelo e

arrancando-me o livro das mãos.....

O vento.........


Que este manhã se levantou, zangado

e com ele, chuva grossa


trouxe............

10 comentários:

125_azul disse...

Tens um vento que te acaricia e se zanga... uma das minhas princesas vai ter chuva e compota de abóbora (área de projecto, vão fazer doce com uma abóbora que plantaram o ano passado na Escola!).
Fazemos uma vaquinha para te oferecer um guarda-chuva novo, cor de nuvens e morangos?
Beijinhos

amita disse...

"Touxe..."
aquilo que em tempestade não se ouve
nem entender se pretende
pois a templestade inclemente
cega é e surda
momentos tem que não pesa nem muda
nem entender consente.

Um bjo, Marta, estarei por aqui.
***

o alquimista disse...

Desço as cumeeiras e afasto um denso e frio nevoeiro, que cobre tudo num manto escuro e humido, mas, já vejo a lua...

Doce beijo

Mikas disse...

Um óptimo resto de semana para ti.

o alquimista disse...

Deixo-te um feitiço para multiplicar o sorriso...

Doce beijo

:): disse...

Marta, Martinha
que pena a minha
não estar por aí
neste dia de chuvinha
afagando a tua cabecinha!
:)))))))))))))))))))))))
(não sei o que se passa comigo hoje!)

Agora um pouquinho mais a sério, quem por ti chama, minha Linda?... Pronto, eu respondo: O AMOR!

Peter disse...

Marta, o vento é um brincalhão, gosta de moças bonitas e por vezes até é indiscreto.
Esses scones andam a fazer-me água na boca.

Gostei francamente do texto.

Pitucha disse...

O vento, Marta, é portador de mensagem que só ouvimos com o coração.
Já ouviste o que ele tem para te dizer?
Beijos

Pierrot disse...

Fazer letras voar, numa manha em que chamam pelo nosso nome...
Imagem muito original e bonita de se escrever.
Parabéns
Bjos daqui
Eugénio

Escuta o teu mundo... disse...

Parecem ventos de mudança...
bj