quinta-feira, 21 de setembro de 2006

OUTONO

Convencida estava eu que, ao meu charme irresistível, os astros se renderiam...

Até porque Morfeu, com o seu corpo perfeito de Adónis,

olhar penetrante e cativante,

um lindo poema de amor declamou,

fazendo com que eu me sentisse a mulher mais bem amada do planeta...

Encantada, surpreendida com tal declaração,

não resisti a paixão tão doce

e nos seus braços me lancei...

Dormi feliz, mas acordei para um dia cheio de raiva...

Chuva castigadora, vento usurpador.........

Final infeliz de Verão, início de Outono triste......

6 comentários:

Pierrot disse...

Curiosa essa ligação dos Deuses com as estações do ano. Sei lá, confere-lhes vida própria, identidade, vontade...
Giro...como se brincassem connosco
Bjos daqui
Eugénio

Escuta o teu mundo... disse...

Está muito mitológico e é nessa base que reside a sua beleza.
;)

Escuta o teu mundo... disse...

olá.. gostei, está muito mitológico e é nessa base que reside a sua beleza. Eu pessoalmente gosto mais do outono porque parece que o planeta se purifica do que está mal e tenta recomeçar tudo de novo. Acontece o mesmo na vida. Continuação de bom Outono. ;)

boleia disse...

nao necessariamente... a beleza das coisas esta, antes de tudo, nos nossos olhos!
um beijo

anamoris disse...

Muito bem escrito!!!
Pena é que tens razão a mim a chuva e o tempo cinzento também me deprime.
Beijinhos e bom fim de semana

125_azul disse...

Hoje já havia sol... e quando vier o frio, vem a lareira, o chá, os scones, o Natal, os abracinhos mais apertados e o esperar por um novo Verão. Beijinhos