sábado, 9 de setembro de 2006

MOZART II

Sublime…………
Repito novamente esta parte do concerto……………..
Fecho os olhos e volto a estender-me o sofá, que a lua já abandonou, porque a noite se aproxima do fim……………
Um fim que eu não quero que chegue, ao qual tento resistir, mas, escondido, encantado igualmente pela Música imortal e transparente, Morfeu abraça-me e juntos, adormecemos….
Simplesmente…………….
Sem mais palavras ou lutas contra o simples acto de nos embrenharmos num outro espaço……………
Quando acordo, tenho a impressão de que é ainda noite……………mas não, o sol já lá está, deliciado…………
A lembrar-me as exigências e as rotinas do dia………………..
Mas eu relembrar-me-ei, a qualquer momento na barafunda do dia, dos acordes frescos de “Eine Kleine Nachtmusik”de Mozart…………….

3 comentários:

125_azul disse...

Mais do que tocar-te ao ouvido, que te sopre a alma...
Beijinhos

Ant disse...

Que escrita poderosa. Cresces, cresces, cresces... já ninguém te apanha.
Beijos

Andreia do Flautim disse...

Adoro Mozart! É um dos meus compositores preferidos dessa altura!