quinta-feira, 11 de maio de 2006

ÍNDIOS E COWBOYS



Decididamente tenho que:

Ou emigrar para a Austrália

Ou aceitar um part-time
que ocupe algum do meu tempo livre.

Ontem pouco faltou para acender a fogueira,
fazer as pinturas de guerra com todos os rituais inerentes, preparar os machados, soltar um grito de gelar o sangue nas veias
e iniciar as hostilidades.
Sem esperar pela opinião do feiticeiro,
avançar para a guerra, sem pesar os prós e os contras....

Estou realmente a brincar com a situação,
a tentar não valorizar as queixas, as más interpretações...

Por isso, acho que vou alugar um filme de cowboys antigo
e deixar que um índio me rapte.....

Ou ser índia,
apaixonar-me perdidamente pelo cowboy
e desafiar os preconceitos da sociedade....

Ou, talvez a perspectiva aliciante de , inspirando-me em factos bastante reais, escrever o meu próprio argumento............

Ai, meu Deus, estou mesmo com a cabeça nas nuvens
..........mas é tão, mas tão bom.....

4 comentários:

AS disse...

Querida Marta,
Qualquer das sugestões é boa... mas que tal escreveres tu própria o argumento!!!

Beijosss

Peter disse...

Tens mesmo de arranjar um cowboy, mas primeiro colocas uma fita no cabelo, com uma pena colorida. É infalível.

Pitucha disse...

Austrália parece-me ser uma excelente opção! Depois vou visitar-te (isto é o que se chama conselho interesseiro...)
;-)
Beijos

amigona disse...

A Austrália é longe, mas se te faz feliz... beijo...