segunda-feira, 22 de maio de 2006

COISA TÃO TRIVIAL

Decididamente, hoje não estou a cuidar muito bem de mim.
Não é que me escaldei a comer a sopa e dei um grito tal que a minha Mãe recuperou a agilidade de outrora e apareceu-me na cozinha, ofegante e aflita?
Meu Deus, o que é que aconteceu?”, mas ainda não refeita do choque, fui incapaz de lhe responder.
Quando percebeu o que se tinha passado, abanou a cabeça, murmurou qualquer coisa que me soou como “esta rapariga mata-me” e desapareceu, deixando-me sozinha a tentar reparar os efeitos da queimadela no céu-da-boca.
Isto passa; não é nada que “apague” a minha boa disposição…..
Amanhã, já nem me lembro ou se me lembrar, é para me rir com gosto de como fui descuidada a comer uma coisa tão trivial como a sopa………………..

Sem comentários: