quinta-feira, 15 de março de 2007

ROSA - RESPOSTA AO MEU DESAFIO

Na rua, o mimo, com uma vénia exagerada oferece-me uma rosa....

"Gesto simpático", penso, mas o que me surpreende ainda mais é o facto

de ...
rosa de papel não ser...

Rosa verdadeira, ainda botão, com uma gota de orvalho, frágil e terna na
pétala aveludada.....

Parece que lhe sinto a coração a bater – ansioso, nervoso como o meu..........

A dor, a dor de te ver partir novamente – a minha; a de ter sido arrancada,
sem dó e piedade da estufa – a dela..........

Sinto umas pingas grossas a trespassarem o casaco fino de malha que visto,
a queimarem-me a pele.......

"Chuva"...e corro, tentando antecipar-me ao chuveiro que se
adivinha........
Um abrigo...

procuro freneticamente e já exclamações de frustração,
mesmo de raiva se
ouvem.....

Encontro-o, por fim, mas mesmo assim, desfeito está já o penteado...

Ouço também risos divertidos e eu??

Rio...

Pois não me resguardo....desta chuva que me continua a molhar....

A única coisa que tento fazer é proteger a minha...

ROSA........

5 comentários:

Thunder disse...

Muito bom!
A criatividade estava em alta!
Bjs.

Alexandre disse...

Linda esta versão, o que só vem provar que as palavras, as expressões, as sensações, a s intuições podem ter vários sentidos, várias faces... as mesmas palavras podem ter vários significados.

É um desafio para os outros mas também para nós próprios recriarmos e reinventarmos sensações, protecções e desejos...

Beijinhos!!!!

arara disse...

Não cheguei a tempo para o teu desafio do post anterior, estava enrolada com o Beta e o bloggere o raio, não conseguia publicar psts, não conseguia publicar comentários, um inferno. Agora sou "arara" em vez de 125azul, mas o blog continua o mesmo. Beijinhos, bom fim de semana

rosa maria disse...

Está realmente...espectacular!!!

Pierrot disse...

Ora aí está um momento de beleza...
Gostei
Desafio superado
Bjos daqui
Eugénio