domingo, 11 de março de 2007

INTENSIDADE/AMAR

Pergunto-me, às vezes, se pecado não será
Sentir-me assim........
Com esta vontade imensa de, às vezes
Chorar..............
Por medo,
ter da intensidade do sentimento que o meu corpo doma....
Sinto as mãos suadas, a boca seca...
Sinto-me distraída, confusa, louca.......
Mas depois, sinto a boca desenhar-se num sorriso....
O olhar a ultrapassar o horizonte..............
Um prazer imenso a passear-se pelo corpo............
E, sei então........
Pecado é não sentir a sensação
De ter o paraíso em plena vida;
Negar a imensidade da emoção
Nesta vontade louca e distraída
De ter asas, voar pela amplidão,
Transbordando em prazer, sem ver saída,
Senão a que nos manda o coração,
Minha alma se encontrando; em ti, perdida...
Um arrepio intenso me domina,
E sinto-me suado, a boca seca,
A força do desejo não termina,
Vontade de te ter e sempre estar.
E sei então, quem ama nunca peca,
Adentra o paraíso; por amar...
CO - AUTOR MARCOS LOURES
NOTA: Eu e o Marcos temos uma "casa" nova e exclusiva: www.marcoseeu.blogspot.com.
O MINHA PÁGINA continua aberto, com os meus textos e os meus desafios.
Por isso, aqui ou lá, como sempre, a mesa para o chá está preparada - basta apenas boa disposição e amizade.

6 comentários:

perola&granito disse...

:)

Alexandre disse...

E, sei então........
Pecado é não sentir a sensação
De ter o paraíso em plena vida;

E eu também sei então que pecado é não aproveitar aquilo que temos ao nosso dispôr: a nossa VIDA!!!!

Beijinhos!!!

DairHilail disse...

Chego voando...parei para te ler...gostei de sentir tuas palavras...agora parto...no meu voo...
Fica bem!

Anónimo disse...

palavras prenhes


há palavras prenhes de emoção
atoladas na fúria urgente dos dias

diamantes brutos
delapidados
pela importância pequena das coisas sérias



Maria José Quintela


roubado no pn-brevitas.blogspot.com

façam uma visita que gostarão


palavras de sábio

boa noite

Lia disse...

:)

vim beber o chá :)

se amar é pecado, encontro-te no inferno...

Beijinhos

Farinho disse...

Amar não é pecado, é uma doce melodia que invade o coração, encehendo-nos de alegria.


Beijocas