terça-feira, 30 de outubro de 2007

CONSPIRAÇÃO











Hoje quando te abraço
Faço sentir-te o quanto te desejo...

Apaixonadamente toco-te...
Convido-te....
A conspirar comigo...
A alargar o prazer...
Numa pele suada e saciada...


No jogo que se mostra tal delírio
De risos e prazeres incontidos.
Deixando bem distante algum martírio,
Em ritos desejosos bem cumpridos.

Suores se misturam, danças, pernas.
E assim vagamos loucos aprendizes
Que querem suas noites mais eternas
E nelas se entregarem tão felizes.

Ardências e fagulhas se espalhando
Nas tramas envolventes sussurrantes
Meus lábios na nudez irão tocando,
Famintos, tresloucados viajantes

Até que a saciedade chegue logo,
Vencendo os vencedores deste jogo...



CO-AUTOR MARCOS LOURES



P.S.: Imagem tirada da Net

7 comentários:

Sol da meia noite disse...

Conspiração perfeita!...

Beijinhos!

Alexandre disse...

Um hino ao deleite e ao prazer... conspirações cúmplices, sentidas, incontidas... o jogo é que os vencedores e os vencidos ganham ambos!

Beijos e abraços!!!

Pekenina disse...

Nda melhor que a partilha desses prazeres envoltos no lençol do amor.
Beijo da,
Pekenina*

sveronica disse...

Conspiração, cumplicidade...e nesse jogo ninguém perde, ninguém sai vencido...

Beijos

Pequenita disse...

No fugaz e eterno momento
da consumação de nosso amor
gritam gargantas no gozo do prazer
da quase dor desse explodir...

Desejo de um bom feriado...

www.intimomisterio.blogs.sapo.pt

M.C. disse...

Das emplacáveis vontades incontidas.

Divino seu poema Marta!

(A)braços... Saúde e boa sorte querida :)

M.C

Secreta disse...

Um jogo de sentires e emoções!
Beijito.