quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

NOITE ESCURA

A luz??
Só a da lua...



Que meus passos em vigiar insiste.......

Ciumenta,

desconfiada de que novo confidente tenho,

mesmo quando na penumbra tento ficar,

ela segue-me........


Medo talvez de que eu fuja...
De mim ou dela?
Nem de uma nem de outra....

Apenas meditar quero...

Sentar-me de olhos fechados,

com as costas direitas e pernas cruzadas.......

Fechar as mãos, em concha,

a direita sobre a esquerda e a palma?
Virada para ti...

Para ti, Lua.....

Tal como eu,
nua e serena na noite escura.....

6 comentários:

bono_poetry disse...

ola de novo....chamo a lua a minha feiticeira..sei como ela aparece na minha casa...a luz reflecte-se nas talhas de marmore...e ao longe sobre a colina nao visivel se espalham...oico vozes de quem pede silencio para a ouvir chegar..ja e tarde e ha quem precise de sonhar com ela...ai eu acordo ..algo me disse do outro lado que ela estava a chegar...deixei a cidade..a cidade sol...entrei no reino da bruma....sem pagar no regresso qualquer portagem...escreves muitissimo bem,,,ate depois

Teresa David disse...

Que dizer? Mais um punhado de lindas palavras bem escolhidas e organizadas nessa poética tão bela que te habita!
Bjs
TD

Borboleta disse...

Que dizer das tuas palavras...belas...tenho um grande fascinio pela lua, durante algum tempo, postei como "luna" inclusive..jinhos ;)

Alexandre disse...

A Lua está lá sempre... vigiando os nossos sonhos, e as nossas mãos em concha... os olhos fechados indiciam que a alma dorme... mas não a alma está sempre alerta porque a Lua está atenta, virara para ti, na noite nua e serena...

Lindo! Beijinhos!!!! Muitos!!!!

o alquimista disse...

Nesta noite sem estrelas, desce o céu em gotas de fino pranto...

Noite mágica...

Doce beijo

C_BRITTO disse...

A Lua está sempre lá para nos confortar, nos iluminar, e nos dar a mão!

Talvez, quando estiveres perto do céu nos encontremos por lá.

Beijo,beijoss!