segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

SEM DISTÂNCIAS

Não sei se

É em ti que estou perdida

Ou nos teus sonhos.........

Partilho-os, vivo-os e afago-os contigo.....

Os teus sonhos são os meus e os meus projectam-se nos teus........

Sobrevoamos o Tecto do Mundo, cruzamos a neve eterna....

Imortais não nos tornamos.........

Mas conscientes da confiança que entre nós há........

Sentimo-nos como a águia
que a corrente do ar rasga............

Como o cavalo que
livremente pelo prado corre........

Sem distâncias........



10 comentários:

Alexandre disse...

Sinto-me como a águia que rasga o ar sobrevoando o Tecto do Mundo, sinto-me como o cavalo que corre livremente pelo prado... porque a distância é aquela que nós queremos que seja... curta ou longa... nós é que escolhemos!!!

Muito bonito, Marta!

Beijinhos!

Teresa David disse...

Mais um belo "espasmo" dos teus sentires!
Bjs
TD

juka disse...

Muito bonito esse sentimento de simbiose!

125_azul disse...

Parece que a distância está a encurtar, que bom, Tia Marta!Lindo!!! Beijinhos,semana feliz

sortilegiosdovento disse...

Sem distãncias e com a proximidade possivel, agradeço as bonitas palavras deixadas no meu humilde espaço, delicio-me as que leio e espero voltar a ler-te e a ter-te no meu espaço. Deixo um docinho natalício.

@zulebranco disse...

Boa noite, passei no seu blog por acaso e senti palavra por palavra, as imagens que etrata e tudo mais são sentidos de alma, gostei mesmo muito....obrigado pela partilha

Klatuu o embuçado disse...

O pior são os coices... e as águias que adoram carne.

C_BRITTO disse...

Cada palavra um sonho e em cada uma delas a tua força... aforça da de uma mulher crescendo dentro de ti, mar de sonhos e lindas poesias e textos encantadores... Quero estar presente quando houver noite de autógrafos viu?

Bjs menina. Te cuida, já passou o dodói??Se não passou, ele já vai passa.

Anónimo disse...

Querida amiga...
Desculpe-me a ausencia de tantos dias (imperdoavel)... Mas como comentei, estamos novamente em fase de mudanca e isso me deixa meio sem tempo para fazer todas as coisas que gosto e quero...
Minha linda, obrigada pelo cartaozinho que me enviastes no dia 08... esteve lindo!
Obrigada por tua amizade sempre sincera, apesar da distancia e de tantos transtornos...
Voltarei com mais frequencia, ou melhor dizendo, com a frequencia que me seja possivel nos proximos dias, ok?
Um beijo grande!

Pierrot disse...

E porque não estares perdida nele e nos sonhos dele...
Seria sempre só ganhar...
Bjos daqui
Eugénio