sábado, 30 de dezembro de 2006

CHUVA NA INVICTA

Chuva………………..

A saudar a Invicta……………

A relembrar-lhe como facilmente a pode conquistar……….

Fazer com que o rio,
as margens,
numa batalha desigual derrote…….

Com lágrimas de raiva e impotência
e futuros imprevisíveis….

Naquele momento………..
Naquele dia…………..
Naquela hora, naquele segundo……………

Porque tudo se recomeça…………
Novamente, a partir do nada……………….

E, eu?
Apesar da chuva, continuo a vislumbrar o azul……………

3 comentários:

C_BRITTO disse...

Eita cantinho encantado!
Adoro teus poemas Marta! Eles me tocam uma profundidade inexplicavel!

O que mais eu posso acrescentar aos belos votos de boas festas concedidos.

Seja escandalosamente feliz em 2007.
Até sempre e que seja breve!

Tozé Franco disse...

Gostei dos poemas, até poque falam sobre uma das minhas cidades preferidas: a Invicta. Parabéns.
Um óptimo ano de 2007.

PS: 26 de Maio é uma data importante: fazemos os dois anos.

angel bar disse...

.....{*......(*~*~*).../}
....{.~.*....////^^../~}
....{*......(((/.6.6./.*}
....{..*.~..)))c..=.)*..}
.....{*...*.////_/~`.~.}
......{~.*.((((.`.`.*}
.......`{.~.)))`.))_.-:*
..........`{.(()..`_.-`.`:
............`)/.`..|
.............(....
.................. .
........_ .__...| /
........|` `...``Y;
........|./``-../../
........`......|./
................/.`-._
Passei para deixar um beijinho e votos de um feliz ano em 2007.