domingo, 3 de dezembro de 2006

PERFUME

Feel what’s real”

Uma bola de sabão, reflectindo o arco-íris ou a gota de perfume,
abrindo um sulco na pele..................

A bola de sabão, que se esmaga contra o ar ou a gota de perfume,

que, mesmo depois de seca,

continua a difundir o cheiro................

Que se confunde com o teu, quando o pulso me acaricias e um beijo lhe depositas………

Ou a que insiste em ficar ali presa, na curva do pescoço e se entranha na pele do teu
dedo quando a fazes deslizar….

Adoro……………..

Sentir
a gota de perfume beijar o meu corpo………….
Rondar o teu…………..
Transformar os meus sentidos
numa realidade coroada de cheiros e desejos……………………..

9 comentários:

C_BRITTO disse...

Por isso não me preocupo em saber Marta,mas em sentir!

As tuas palavras são expressões verdadeiras da alma.
O que eu posso te dizer é que,
acredite no amor...
Porque o amor... ele sempre vence!!

Tive muita sorte em cruzar no teu caminho...
sabes rir,brincar,falar honestamente,dizer o que sentes...
obrigada por seres a pessoa que es,com um interior expectacular,
permaneca sempre assim.

Abraços...
com carinho..
C.

dreams disse...

e com este perfume embriagar-me,
numa realidade há muito sonhada...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Teresa David disse...

O pior é que mais das vezes o amor é uma bola de sabão que rebenta ao mais leve sopro...
Bjs para ti
TD

Alexandre disse...

Sublime!

Quem se lembraria de escrever a história de uma gota de perfume na pele?

... a qual vai transformar os sentidos numa realidade coroada de cheiros e desejos...

Simplesmente, lindo!!! Beijinhos!

125_azul disse...

Por onde essa gota passar, deixará magia no ar. Marta, estou melhor e a tentar voltar para agradecer a todos a preocupação e os miminhos. Dia e semana muito felizes para ti e obrigado. Beijinhos

o feiticeiro da brisa disse...

Encantador espaço, no encanto volto

suave brisa

juka disse...

Lindérrimo!

Beijo

Pierrot disse...

Conseguiste dar um "sentir" catita a este texto.
Palavras singelas e frases curtas plenas de sentido.
Bjos daqui
Eugénio

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Um poema que faz apelo a um sentido que a Internet nao permite de partilhar: OS CHEIROS! O Olfacto!! Beijoes enormes :)