quarta-feira, 6 de dezembro de 2006

AZUL = ARTE

Longo suspiro de alívio se desenha nos vidros embaciados da janela.......

Vê-se uma nesga do céu...

Limpo, translúcido, pálido ainda......

As nuvens afastam-se, entoando um suave cântico.......

De adeus?

De louvor?

Sorrio.....

Lentamente..........

e nos vidros embaciados, com a ponta do dedo traço o M do meu nome...........

O M de Mar...............

O A, inicialmente de Arte, mas que agora é também de Azul.......

E Azul é Arte também............

Hoje, o céu convida a pintar um fresco........

Uma aguarela.......

De um dia, não tão cinzento, um pouco mais azul....................

Um dia de alívio...........

6 comentários:

125_azul disse...

Hoje havia azul misturado no cinzento misturado no arco iris, misturado na tua esperança... Que post inspirado! Beijinhos

Alexandre disse...

Azular é preciso... porque o azul é paz, é serenidade, todas as coisas belas podiam ser feitas de azul... o azul sabe bem... o azul faz falta... o azul inspira... e é preciso ter arte para transformar as cores cinzentonas em AZUL...

Beijokas!

Peter disse...

"Um pouco mais de azul", faz-me lembrar o poema "Quase" de Mário de sà Carneiro.

Guilherme F. disse...

O cinzento convida ás palavras. A desenhar palavras no cinzento, e esperar a transformação do azul.
Gostei das palavras.
Gui

Pierrot disse...

Por favor, venha de lá esse azul que eu já estou deprimido com este cinzento...
Palavras encantadoras
Bjos daqui
Eugénio

Teresa David disse...

Lindo Marta.
Bjs
TD