sexta-feira, 30 de setembro de 2005

HONESTO

O que fazer quando alguém é tão honesto?
Directo, com um reflexo perfeito no espelho – não há fumo que distorça a figura e sobretudo, os olhos.
Têm uma expressão franca, um pouco trocista até, mas não escondem a verdade do que dizem e do que sentem.
A única coisa a fazer é aceitar o que nos podem dar e esconder que queremos mais que a simples amizade.
Isso implica um grande esforço da nossa parte,
pois divide-nos e não é fácil esconder no “sótão” sentimentos diferentes dos que temos que demonstrar.
E aceitamos, porque,
como gostamos verdadeiramente da pessoa em questão, não queremos destruir a amizade sólida que é a base da nossa relação.
Sinto-me que atravessei, inadvertidamente a linha e é por isso que há agora uma certa distância.
Foi, por isso que aceitaste, mas não retribuíste o meu abraço e o meu beijo!
Vou seguir as tuas directrizes – porque prezo e muito a tua amizade – mas continuo a acreditar que um beijo é um beijo e o que eu te queria dar era apenas um beijo cheio de amizade e carinho.

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

E o deste, amiga! E isso é o importante... fostes honesta contigo mesma e com ele, fruto de tua amizade, amor e carinho... Diante de alguém tao honesto, nao te resta outra, senao ser absolutamente honesta também!
Muitos beijos e carinhos para ti, minha querida amiga!