quinta-feira, 7 de abril de 2005

O CALOR DA PRIMAVERA

Após 22 anos de encontros clandestinos, Pedro e Tita podem, finalmente mostrar ao mundo a sua paixão.
Ninguém previu que tanta emoção iria causar a morte a Pedro e tal como Julieta, Tita correu ao encontro do seu amado.
Acabei hoje o livro (Como água para o chocolate), bem cedo enquanto tomava um pingo e sinto-me nas nuvens.
Não por estar apaixonada, mas porque foi realmente um grande prazer reler este livro.
O livro está muito manuseado, porque voltei muitas vezes atrás, apenas para me integrar ainda mais na beleza e na magia da história, escrita duma forma muito simples, mas muito calorosa.
Como se adivinhasse que entrou a valer o calor da Primavera!
Finalmente!
Hoje, sinto-me muito, mas mesmo muito bem!

Sem comentários: