terça-feira, 4 de janeiro de 2005

SEDUZIR OU SER SEDUZIDO

Vi-te noutro dia, a atravessar a rua, tranquilo, como se o mundo te pertencesse!
Ainda abri a boca para te chamar, mas depois lembrei-me da tua arrogância da última vez que nos encontramos e apressei-me a atravessar também olhando sempre em frente.
Como alguém me disse, "às vezes, temos que bater a porta a uma relação que não tem futuro" e nós nada tínhamos em comum!
Tu és um sedutor - tenho a certeza que poucas mulheres são capazes de resistir ao teu charme - mas há vários tipos de sedução!
Julgo eu - porque sabes, eu penso; tenho um defeito (leio muitas vezes nas atitudes das pessoas coisas que lá não estão), mas penso.
Há o sedutor que seduz uma mulher, porque realmente está interessado nela como mulher e como pessoa. Respeita-a, quer essa mulher como companheira e mãe dos filhos e há aquele sedutor, que pensa que é irresistível e não passa dum frustado.
É essa a razão porque muitas vezes me refugio nas minhas montanhas e tal como uma criança, com lápis de cera, pinto-as!
Ou deambulo pelas lojas, à procura dum frasco de cristal, dum cartão especial e me perco nas livrarias a folhear livros!
Cada um é feliz à sua maneira - procura-a, explora-a e quem não compreender, quem não aceitar que há uma parte em mim que só a mim me pertence, então tenho mesmo que bater com a porta e não o deixar entrar!

3 comentários:

lique disse...

Marta, ainda bem que estás atenta aos jogos de sedução. É bom sentir-te essa segurança. Há muitas formas de ser feliz e tu estás a encontrar as tuas. Deixo-te um beijo grande.

Carmem L Vilanova disse...

Quantos destes frustrados nao encontramos por aí, amiga Marta? Há que escapar destes e buscar, com a verdade do coraçao, aos verdadeiros sedutores, aqueles que decidem compartilhar de suas almas conosco, fazendo-nos parte sua e parte nossa!
Eu tive a sorte de encontrar um destes sedutores reais, que seduzem nao pela beleza, ou arrogância, mas pela beleza de sua alma, de seu coraçao! Considero-me muito afortunada por isso! :o)
Beijos, querida!

Maria Branco disse...

Marta, apenas um abraço muito apertado. Estou aqui.. Tu sabes... Muitos beijos