quinta-feira, 27 de janeiro de 2005

AMOR COMO O PRIMEIRO

Podes dizer a quem passa, vento que vou continuar a trabalhar neste blog.
"Não há luar como o de Janeiro
nem amor como o primeiro" - diz a canção popular
e foi aqui que escrevi sobre os meus amores, os meus fracassos e desilusões, mas também sobre o que me fez vibrar e rir!
Atravessei desertos, escalei montanhas, lutei contra monstros, mas sempre que dei um clik no rato, alguém respondeu-me.
Aprendi muita coisa, descobri muito mais, encontrando um lugar, o meu lugar no mundo!
Como um médico me disse, quando desesperada o procurei "O que não faltam por aí são lugares bonitos para vaguear - o corpo e a mente".
Não é que ele tinha razão???

Sem comentários: