sexta-feira, 31 de outubro de 2008

LUGAR PARA O SILÊNCIO


Há qualquer coisa de diferente no silêncio….
Sinto o teu reflexo no espelho….


Gosto…….
....de o sentir…

.....A forma como a atracção…
A sedução……


......Interrompem o silêncio….
Com vivacidade.....


Pois que…
…………. Na minha vida….
…..Agora…………
….Não há lugar para o silêncio….






(Foto "Raios de Sol" Jovino Batista, Reflexos)
(Textos protegidos pelo IGAC)

9 comentários:

Uma Ilha disse...

O silêncio que tanto nos diz Marta, e em silêncio te deixo beijinho e muita luz neste fim de semana.uma ilha

Sol da meia noite disse...

O silêncio também tem o poder de nos despertar... e nesse despertar que sentimos, o silêncio fica para trás.

Beijinho *
:-)

Pekenina disse...

O silêncio não precisa de ser irrompido por palavas. Por vezes simples gestos chegam :)

Joseph disse...

Marta,
Olá

Amar em silêncio, é percorrer o outro sem o sentir,
porque,
quando se sente o silêncio,
deixam de ser silenciosas as nossas emoções.

Beijinhos ternos;-))**

Carla disse...

Na minha há sempre um silêncio...de que não me consigo soltar, mas a verdade é que quase sempre preciso dele
beijos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

O silêncio é horrível, tem um barulho insuportável. O som do silêncio é a solidão. Entendi muito bem o seu poema amiga, que me vem bem a calhar, já que tive uma grande e definitiva decepção amorosa neste fim de semanha. Resolvi fazer um post novo, sobre um filme dos anos 1980, de que gosto muito. Há poesia, imagens, como sempre. Estou à sua espera.
Um abraço,
Renata

pin gente disse...

na minha vida tenho que arranjar lugar para o silêncio imposto.

um beijo, marta

cõllybry disse...

Quando o silêncio se quebra, com os sons do amor...Simplesmente a sedução paira no ar...

Belo como sempre,Beijito terno

Alexandre disse...

Se me perguntarem qual é uma das coisas mais importantes para mim responderei sem hesitar: o SILÊNCIO!!!