terça-feira, 7 de outubro de 2008

GOTA MÁGICA

Há uma gota de chuva….


Rola pelo meu rosto…


Beija-me….
Onde jamais
alguém me beijou...


Disputa-me com o Sol...



Recebe o teu beijo….



Retribui-to com alma….



Magicamente….




(Foto "Mar" de F.Monteiro, Reflexos)

(Textos protegidos pelo IGAC)

8 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

O teu poema é maravilhoso!
Marta:
Dado que estou vivendo no limite do insuportável e não sei onde vai dar isso, para não deixar o meu Blog às mocas, estou fazendo pequenas postagens, em geral imagens de filmes e poemas relacionados que eu traduzo. Quero que vá ver, mas esta é a última vez que chamo. As pessoas tê de ir espontaneamente.
Um beijo,
Renata

Nuno de Sousa disse...

Mais um lindo poema cheio de mimos, um poema cheio de amor e beleza... parabéns ficou magnifico.
Bjs amiga
Nuno

Sol da meia noite disse...

Pelo rosto...
Rolam gotas de chuva...
Com sabor a sal.
Quantas vezes...

Beijinho *
:-)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Querida Marta:
Tenho algumas coisas a dizer. Não vou fechar o Blog, mas estou fazendo pequenas postagens de cenas de filmes com poemas ou letras de músicas (traduzidos por mim) relacionados. Ante-ontem fiz uma e ontem à noite fiz outra. Também decidi que não vou chamar ninguém para comentar os meus posts. Quem gostar de mim, o fará espontaneamente.
Um beijo,
Renata

Xinha disse...

Marta,

Ouvi falar em chuva.. e vim a correr, claro ! ;)

Palavras doces e ternas para expressar tão sublime sentimento...


Xi-coração

Cöllyßry disse...

Olá Marta, a minha Alma jamais se perde...É Alma que muito amo...

Mgicas são as palavras onde beijo impera...

Beijito terno

Só Eu disse...

Fosse eu essa gota de chuva...
Muito bonito Marta.
Beijinhos

Alexandre disse...

A magia é fundamental e desinibe todas as inibições... disputar alguém ao Sol é o êxtase máximo...