domingo, 16 de setembro de 2007

CALMA








Deixa que te fale….


Da inveja que de ti sinto……….


Tenho inveja…


......Inveja dessa calma.....


Que nos teus olhos pernoita


Ah, como eu desejava ser assim…


Mas....impulsiva....



em breve...em erupção


......entro.........

Lava..........fogo.....


Incontrolados....


incontornáveis...............


nem.....................


lágrimas de desespero


o apagam…………





P.S.: Imagem tirada da Net

7 comentários:

©õllyß®y disse...

Não tenha, minha querida amiga...a inveja não faz que se tenha o que invejamos...

Doce e terno beijo

Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Tu também és capaz. Exercita a alma. Vais ver que também consegues a serenidade...

PEDRO disse...

Linda Marta!

Todos os dias há o sol que nos aquece. Devemos viver cada dia como se não houvesse mais nenhum porque nunca sabemos qual será o último.
Um grande beijo

Alexandre disse...

«Que nos teus olhos pernoita»... que sublimes expressões consegues descobrir no meio dos emaranhados de palavras que debitas suavemente e carinhosamente...

Muitos beijinhos!!!

Sol da meia noite disse...

Mas nós somos como somos, Marta...
E não adianta nem invejar nem desejar ser de outra forma...

Beijinhos!

Paula Raposo disse...

Ter calma parece que será uma grande virtude! Eu não tenho. Beijos.

A. Jorge disse...

Inveja não, porque roi a alma! É tudo uma questão de treino!
Eu consigo ter essa calma que refere... Às vezes não!

Abraço

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/