quinta-feira, 26 de julho de 2007

CRISTAL










Ah, poder...
Esse poder que os Deuses te concedem


e mal...tu usas.....


Entras,


bates com as portas,




o vidro estilhaças......


Deixas ficar...pouco te importa se alguém atinge....


O que te importa é o pé no degrau e subir....até onde??


À custa de quem?....


Ah, a cegueira do poder...


a fome da ambição....


a sede de vencer...


À custa de quem?....


Tão presa nessa teia estás,


que nem mais quem és.... tu sabes.........


Algo me diz...chamem-lhe intuição,


pressentimento,


premonição...


O entardecer,
o som das ondas do mar a baterem na areia....
as histórias ciumentas do vento...


por muito triste que o meu dia tenha sido....
a minha âncora são...........


E a tua?? ............





P.S.: Imagem tirada da Net

5 comentários:

.:mÁrCiO:. disse...

Nunca estejas pressa a nada nem a ninguém... é a pior coisa que pode acontecer! (eu pelo arrendo-me sempre quando isso acontece)

Alexandre disse...

O cristal enfeitiça. Até os deuses ficam enfeitiçados com o poder de atracção do cristal!

Sempre gostei de cristais, eles podem ser a âncora para o som das ondas do mar e quem se a intuição, a premonição e o pressentimento de que o vento também é feito de cristal!

Muitos beijinhos!!!

Shelyak disse...

Assim como o desejo, também o poder cega... com a diferença que o poder, quando mal usado, pode ter efeitos devastadores...
Mais um lindo poema...
Deixo-te um beijinho...:)

belakbrilha disse...

A tua âncora são...
tu própria...SEMPRE!...e os amigos também!
Amigos de verdade,são SEMPRE a nossa âncora, o nosso equilíbrio...

Eu estou aqui...dou-te a MÃO...

SORRI!

beijinhos

Maria Clarinda disse...

Obrigada pelas tuas palavras amigas!
Gostei muito destes teus dois posts.
Eu tb adoro o cristal, limpido ,cristalino mas sempre usado com Amor.
Jhs.
Bom fim de semana